quarta-feira, 20 de abril de 2011

Empurrado pelo grito da torcida, Inter vence Emelec por 2 a 0

Depois de um primeiro tempo ruim, o Inter cresceu com o apoio massivo da torcida e venceu o Emelec por 2 a 0 no Beira-Rio. Rafael Sobis e Leandro Damião marcaram os gols do colorado, com a vitória o Inter garantiu a primeira colocação do grupo 6, o adversário ainda não está definido, deve ficar entre Jaguares, San Martin, Once Caldas ou Peñarol.

O colorado gaúcho enfrentou dificuldades no primeiro tempo. Ainda com mostras de desentrosamento, o campeão de tudo errava demais, principalmente nos passes. Mas o principal problema foi a falta de objetividade. O Emelec assustava em lances de bola parada, e no final do primeiro tempo o Inter chegou a perder o controle da partida. Quem mais atacou e chegou perto do gol foram os jogadores equatorianos.

O time voltou sem alterações do intervalo. A mudança foi na postura e velocidade da equipe, visivelmente impulsionada pelo grito da torcida das arquibancadas. E a resposta veio aos seis minutos: após cruzamento de D’Alessandro, Damião ajeitou e Sobis, fez o 1 a 0.

A partida seguiu em alta velocidade e as chances seguintes foram em bolas paradas. Envolvidos pelo Inter, o Emelec respondia timidamente, mas o Inter não relaxou e Damião, artilheiro colorado na temporada aos 38 minutos em rebote de Guiñazu apareceu na área como atacante e chutou. Klimovicz espalmou e o camisa 9 só teve o trabalho de deslocar o goleiro.

Fonte: SCInternacional.net

Eu não conseguia imaginar o Inter fora da Libertadores. O 1º tempo foi difícil de se assistir, mas como disse meu querido irmão, "O Inter cresce na hora certa". E cresceu. Não da forma certa, mas cresceu. Sóbis não fez uma boa partida, perto do que jogou contra o Canoas. Mas fez o gol, e como precisávamos daquele gol. Imagina ficar atrás de Jaguares, em 2º lugar? Ah! Mas entra a motinha de Damião, e mais um gol na sua conta artilheira.

Confesso aqui, que Falcão não me satisfez no jogo de ontem. Torcia para que um treinador percebesse que Cavenaghi é jogador que entra, no máximo, até 20 minutos do 2º tempo. Sóbis não fez boa partida, como eu disse. Colocasse o Cavenaghi bem antes. Sóbis, no jogo inteiro, não conseguiu dar um bom passe para gol, como Cavenaghi, que entrou aos 35', deu passe para o chute de Guiñazu, que gerou rebote, para o chute de Damião. Quero que Cavenaghi jogue, quero ver ele render mais, ele precisa disso.

Considero o rendimento do time ruim, pois D'alessandro não jogou bem. A bola passa por seus pés o tempo inteiro, e se ele não joga bem, o restante do time também não. Graças a Deus, ele deu uma acordada e participou dos dois gols.

Ontem a vitória suada serviu como aviso: Libertadores não se empurra com a barriga. Que o time não jogou bem, todo mundo sabe. A fase de mata-mata vai começar. O time vai ter que tomar outra postura. Sofrer pressão para Emelec, no Beira-Rio, é um pouco demais.

Curta nossa fanpage!