Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2012

Charge

Charge de Sinovaldo

A vontade é o diferencial

Dias depois do greNAL que perdemos pela Taça Piratini, escrevi aqui - com uma raiva que não me pertencia - que aquele jogo teria volta. Teria volta, porque o time do Inter não jogava sem vontade. Hoje nossa gloriosa voltou ao seu lugar de origem, e foi pela presença dela, que o Inter derrotou o Grêmio no Beira-Rio.

Derrotou. No futebol, na torcida, e no treinador. O Inter derrotou o Grêmio em todos os sentidos possíveis. Não fomos brilhantes, mas fomos todos decisivos. De Muriel a Damião. De torcida a treinador. Todos. O 1º tempo contou com a boa defesa que o Internacional apresentou, anulando qualquer forma de ataque do time tricolor. Nosso meio campo, com as passadas largas de Jajá, chegava sempre com perigo, em busca de uma redenção.

Sim, redenção de um camisa 23 extremamente questionado. Quem precisa de pênalti, quando se bate de primeira para ver a bola morrer no fundo do gol? Tire o peso das costas, Dátolo. Sua qualidade é inquestionável e sua história em grenais está encaminha…

Doença gremista

Marca da cal amaldiçoada!

Nessa semana, bater pênaltis virou sinônimo de maldição. O melhor do mundo perdeu pênalti, o jogador mais caro do mundo perdeu pênalti. No caso de Dátolo, bater pênaltis é a verdadeira maldição. Contra o São Luiz todos viram, bateu muito mal, deixando facilmente que o goleiro adivinhasse o canto. Contra o Flu, o pênalti era decisivo - Nei bateria o pênalti, foi ordem de Dorival - e Dátolo cobrou mal, de novo. Não queria dizer isso, mas foi difícil engolir. Gosto muito do futebol de Dátolo e sei que jogadores tem dias bons e ruins. Não o condeno, pois não merece ser condenado.

Bom, voltando ao jogo em sí, achei maravilhoso nossa torcida ontem. As câmeras da TV Globo viajavam em meio a cantoria do Beira-Rio quando o time entrou em campo. Foi uma gradiosa demostração de apoio. Desejo fortemente isso no greNAL de domingo.

Não vejo que o Inter jogou mal, como alguns insistem em dizer por aí. O 1º tempo foi mesmo cansativo de assistir, não tínhamos setor de criação. Dátolo nem passava pert…

Repeteco

O Inter venceu o Veranópolis de goleada - como era esperado - construida basicamente por Dátolo. O argentino cadenciou o jogo inteiro, se movimentando muito e marcando mais gols. Principalmente após a saída de D'alessandro.

Repeteco de D'alessandro: preocupante demais essa nova lesão de D'ale. Não por causa do jogo contra o Flu ou do jogo contra o greminho, mas preocupante para ele mesmo. O cara acabou de vir de uma lesão e já sofre outra? E como fica o emocional do jogador? Mas, cá entre nós, os brutos jogadores adversários de domingo não deixaram o argentino em paz. Bateram sem dó nem piedade. Cartão vermelho o juizão esqueceu em casa.

Importante gol de Damião por questão de confiança. Dátolo, como já disse, tá demais. Índio volta e meia marca o dele. É merecedor de tudo que possui. Jajá sabe dar bons passes, mas é só. Sandro Silva me surpreende a cada jogo.Que saudade que eu tava de Guiñazú.

Repeteco no domindo: Deixando de lado - por dois segundos - a libertadores, ter…

Show de horrores

Naquela noite, a TV dizia que transmitiria um jogo de futebol extremamente decisivo, mas não ví nada disso. Me surpreendí, com o show de horrores que presenciei na quinta-feira.

Que horror a falta de vergonha na cara desse treinador medroso, sem atitude, que continua com Tinga, Jô e Bolívar no time. Não pouparei os jogadores dessa vez. O que aconteceu na noite de quinta foi o limite do futebol enganador que o Inter apresenta. Quer dizer que jogar bem contra o Cerâmica quer dizer que vai ganhar a libertadores? As coisas não são assim.

Me digam o por quê de Bolívar ainda estar no Beira-Rio. Me digam o por quê dele ser capitão. Que droga de respeito é esse que ele passa para os outros jogadores, para que D'alessandro entregue a faixa de capitão para ele na maior tranquilidade? É por causa da história que ele tem no clube? Mando ela pra espaço a cada drible que ele leva de um atacantizinho qualquer.

Tinga já conseguiu mostrar alguma raça dentro de campo no jogo contra o Santos, no Be…

A canoa virou ...

Engraçado como desde o início do "Caso Oscar", o São Paulo mete os pés pelas mãos. O barco deles continua a se afundar - agora mais ainda depois da declaração do atleta sobre as possíveis ameaças que diz ter recebido de Marco Aurélio, diretor de futebol do São Paulo. São declarações de um guri que tem a mesma idade que eu, pessoal. Pensem em como deve ser difícil receber ameaças de alguém em relação a seu futuro, sua carreira. Nem gosto de imaginar.

O certo é que o time paulista está exposto - digo internamente - pois as declarações de Oscar farão com que Marco Aurélio tenha que se pronunciar a respeito das acusações, o que deixará o São Paulo ainda mais enrolado na questão.

O atleta está prejudicado pelo fato de estar afastado de seu trabalho, e isso já um ponto a favor de Oscar no TST. O São Paulo queria ouvir do próprio jogador que ele não desejava mais atuar no Morumbi - e Oscar declarou em alto e bom som: "Não quero jogar no São Paulo, quero continuar jogando pelo…

Andrés D'alessandro completa 31 anos de vida

Parabéns Andrés D'alessandro, por ter vestido sua alma de vermelho e branco quando pisaste nesse solo sagrado. Parabéns por ter lutado sempre para que a bandeira no alto desse gigante de concreto nunca parasse de tremular. Parabéns por ter se doado como um verdadeiro guerreiro e por nos dar a alegria de ter-te como camisa 10 de nosso amado time. E antes que eu me esqueça, Parabéns D'alessandro, pelos seus 31 anos de vida, marcados pelo sorriso que tú colocaste em nossos rostos colorados.
"É muito especial completar mais um ano jogando em um clube onde recebi e recebo tanto carinho. Já vivi aqui muitas conquistas, ganhei grandes presentes e só espero dar mais alegrias a todo o povo colorado. É ele que me dá cada vez mais motivação para defender essa camisa. Obrigado por tudo. amo, Inter!" - Andrés D'alessandro

Indescritível sensação em tê-lo como alma de nosso time.
Tenho orgulho mesclado a alívio...  Parabéns D'ale!
Jéssica Loures

D'ale rege a classificação!

Nem Dátolo salvou o péssimo 1º tempo que o Inter fez em uma partida aparentemente fácil. Que horror esse Elton meus Deus! E o Gilberto então? Fez o 1º gol, mas sem comentários. Damião apagão total.

Mas a estrela estava no banco, e todos esperavam ansiosos pela volta do brilho que dá vida a este time. E o 2º tempo se transformou na reação "esquerdinha colorada". Com D'alessandro em campo e a bola finalmente no chão, de passe em passe havia uma chance de gol. Dátolo se entrosou rapidamente com D'ale, criando aos olhos do adversário a visão do inferno.

Nei, em uma grande jogada, abriu passagem para o 1º gol colorado. Com chute forte de Dátolo, e rebote do goleiro, Kléber cruzou, Damião tocou e Gilberto completou. 1 x 0. Isso aos 15 minutos, onde o colorado se encontrava completamente influenciado pelo futebol de D'alessandro.

No semblante de Damião, a insatisfação consigo mesmo era visível. Ao marcar o 2º gol, com belo passe de Jajá, não aguentou e tirou a camisa,…

Nilmar entra no 2º tempo e o Villarreal enfim consegue uma vitória

O Villarreal foi capaz de uma virada incrível em El Madrigal e impediu que o Málaga retomasse a terceira posição no Campeonato Espanhol. Graças a um gol de Hernán Pérez no último minuto da prorrogação, o Submarino Amarillo alcançou a virada por 2 a 1. Porém, apesar da vitória, a equipe permanece na 17ª colocação na tabela, uma acima da zona de rebaixamento, agora com sete pontos a mais que o Sporting.

Em primeiro tempo de poucas chances de gol, o Villarreal teve o seu grande momento aos cinco minutos. Marcos Senna dominou no meio de campo e soltou uma bomba indefensável, que acabou explodindo no travessão adversário. O Málaga, no entanto, foi levemente superior e teve sua melhor oportunidade aos 38, com Diego López parando o chute de Isco em dois tempos.

Ainda melhores na volta do segundo tempo, os boquerones fizeram o primeiro gol da partida aos 20 minutos. De fora da área, Santi Cazorla acertou chute preciso, no canto inferior, longe do alcance de Diego López. Depois d…

Impunidade

Me sinto extremamente indignada!

Armando Nogueira, futebol e eu, coitada

Por: Clarice Lispector

E o título sairia muito maior, só que não caberia numa única linha. Não leio todos os dias Armando Nogueira – embora todos os dias dê pelo menos uma espiada rápida – porque “meu futebol” não dá pra entender tudo. Se bem que Armando escreve tão bonito (não digo apenas “bem”), que às vezes, atrapalhada com a parte técnica de sua crônica, leio só pelo bonito. E deve ser numa das crônicas que me escaparam que saiu uma frase citada pelo Correio da Manhã, entre frases de Robert Kennedy, Fernandel, Arthur Schlesinger, Geraldine Chaplin, Tristão de Athayde e vários outros, e que me leram, por telefone. Armando dizia: “De bom grado eu trocaria a vitória de meu time num grande jogo por uma crônica…” e aí vem o surpreendente: continua dizendo que trocaria tudo isso por uma crônica minha sobre futebol.

Meu primeiro impulso foi o de uma vingança carinhosa: dizer aqui que trocaria muita coisa que me vale muito por uma crônica de Armando Nogueira sobre digamos a vida. Aliás, m…

E no domingo de Páscoa...

E o Inter tá sobrando nesse gauchão!

Como estava chegando de viagem, só ví do finalzinho do 1º tempo pra frente. Na rodoviária, o celular bipou o gol de João Paulo, que enfim desencantou. Cheguei em casa, liguei a TV e Dátolo marca o 2º gol colorado.

Até então, não sabia que Dátolo tinha perdido um pênalti. Depois vi como ele cobrou mal. A cada 10 comentários que existem por aí, 7 crucificam o camisa 23 por ter perdido o pênalti. Não vejo dessa maneira. Primeiramente, ele nem é o cobrador oficial e perdeu o pênalti para logo depois marcar um golaço. Parem de crucificar sem necessidade. Ninguém faz isso com o Elton né? Impressionante.

E Nei apareceu bem de novo, com lindo cruzamento, para Gilberto marcar o último gol colorado.

Aí vamos nós Cerâmica ... !

Saudações Coloradas!

P.S.: Não estou muito bem para escrever hoje, tentarei depois!

E na noite do dia 04 de Abril...

Raça. Determinação. Marcação. E o mais importante: Vontade. Esse foi o Internacional na noite da prova, apesar de tantos desfalques que fazem falta até em pensamento. Das cabines, nossos 2 gênios do meio-campo - D'alessandro & Oscar -  assistiram a partida. Se foi espetáculo? Quase isso.

Uma marcação aplicada desde o início da partida. Foi belo ver a raça com que o time disputou cada bola e como lutou para tê-la em seu domínio. Nei, o encarregado de bater a falta, tirou de nossas gargantas o grito de gol entalado desde aquela partida na Vila Belmiro. Cobrança perfeita. Gol perfeito.

Nosso meio-campo se superou muito. E digo mais: Tinga e Sandro Silva foram extremamente raçudos e merecem todos os elogios que cabe ao momento. Kléber e Nei, muito aplicados, produziram como se espera deles. Só para constar: Nei, guerreiro. Nossa muralha, Muriel, foi bem demais, fechou o gol e calou os críticos. Dátolo foi incrível mais uma vez, certamente virará ídolo daqui a um tempo (espero iss…

103 anos de história!

O Sport Club Internacional chega ao seu 103º aniversário – comemorado no dia 4 de abril – com uma vasta história de sucesso. Nenhuma alcunha poderia resumir melhor a vocação do Colorado em ganhar títulos importantes do que a de 'Campeão de Tudo'. É fato: o Inter conquistou absolutamente todos os títulos que disputou. Não falta nenhum troféu no Museu. Desde os Metropolitanos, conquistados nos primeiros anos do Clube, até o expressivo Mundial FIFA foram alcançados nesta jornada vitoriosa que iniciou em 1909. E muitas destas taças foram erguidas por mais de uma vez, ratificando a grandeza do Colorado. 
A torcida pode se orgulhar de amar um clube que está no seleto hall dos mais vitoriosos do mundo. Muitos times tradicionais do planeta não possuem um cartel de títulos tão consistente quanto o do Inter. Na década passada, por exemplo, o Campeão de Tudo foi o maior campeão do Brasil, sendo inclusive apontado pela Folha de São Paulo como o melhor time do início do novo século. Nos ú…

Kléber gladiador? Não, sonhador.

Fonte:Corneta FC

Lobo muito mau ...

Dia da Mentira

Sento no sofá. Discuto escalação. Não faço questão de assistir ao jogo como se fosse do Inter mesmo. Suspiros. Resmungos. Gol de Damião. Tempos depois solto um "Pelo amor de Deus" e quase durmo. Tediante segundo tempo. Toquinhos e toquinhos. Mais resmungos. Mensagem da Tim Torcedor no final do jogo: "O Santos que aguarde! Inter vence com gol de Damião e é lider do grupo 1 ..." Quase morro de rir.

Esse time de domingo é uma mentira colorados! Nosso verdadeiro time não é assim não. Se acalmem.

Penso no jogo de quarta sem todos aqueles jogadores... Retomo uma confiaça que Dorival não me dá. Sinto um vazio. Um vazio no meio-campo. Perco um pouco da confiança. Será que o Santos aguenta marcar o Tinga? Perco mais um pouco da confiança.

Tantos elogios ao time do Santos e a Neymar. Perco mais um pouco da confiança. Dorival fala que o jogo será de superação. Onde está a confiança que eu tinha mesmo? Nas mãos de Deus.