terça-feira, 26 de julho de 2011

Um jogo e diferentes momentos

Um jogo, que proporcionou a nós colorados, muita emoção. Contra os 2 Barcelonas (alô! foi um time no 1º tempo e outro no 2º tempo!), o Inter foi, exatamente, 2 times diferentes.

O 1º tempo, foi horrível, péssimo! Tristeza pura! O Barcelona impôs seu estilo de jogo, que é toque, toque, toque, toque, toque, até chegar ao seu 1º gol. O Colorado, extremamente assustado, jogava sem a bola nos pés.

A 2ª etapa, foi bem melhor. Ricardo Goulart entrou e conseguiu mudar um pouco o jeito apático do Inter jogar. O Inter foi para cima, e de repente... Gol do Nei! Gol do Nei? É!!! Gol do Nei! Eu assustei muito, mas sim, era gol do Nei. O futebol é mesmo uma caixinha de surpresas. Em 2006, Gabiru, tão odiado pela torcida, fez o gol do título e hoje, Nei, com a mesma situação, fazia um gol salvador.

O time virou outro, e Andrezinho (nome do jogo) começou a criar jogadas com mais efetividade. A decepção do jogo, ficou com D'alessandro, que infelizmente, não jogou aquilo que sabe. Em alguns momentos até criava, jogava e tal, mas nada que merecesse estrela. Faltou muito de D'ale.

O Barça fez outro gol, por cometermos os mesmos erros da 1ª jogada deles. Sem marcação, sem zaga, sem NADA! Fragilidade pura na defesa!

Era tudo, ou nada, tínhamos que empatar, e o tempo estava acabando. Tive que aguentar os carinhas da ESPN criticarem o Inter e elogiarem aos cocos o Barcelona. Foi aí, que Damião resolveu chamar a responsabilidade para sí e calar os bicos dos fracos comentaristas da emissora.

Se não me engano, quem cobrou o escanteio foi o João Paulo. E que escanteio certeiro. Com um golaço ao seu estilo, Damião comemorou homegeando mais uma vez o pai, Natalino. Fomos aos pênaltis.

É mais que certo, que um interino como o Osmar iria fazer alguma besteira. Sei lá se o gol iria sair se D'alessandro e Andrezinho estivessem em campo, mas ele tinha que ter pensado... "Se fizermos mais um gol, talvez iremos para os pênaltis, e precisarei de bons batedores". Mas ele não pensou assim. Todos viram que Damião não sabe bater pênalti. Na Taça Farroupilha, ele cobrou muito mal, e sorte que a bola entrou. E na decisão do Gauchão, ele cobrou e perdeu.

Perdemos 2 pênaltis alá Seleção, e foi horrível. Muriel foi o nome das penalidades. Temos um Goleiro! Aleluia, Aleluia! Mas, estamos fora da final, e vamos encarar agora, o Milan.

Fiquei feliz, pois não perdemos, empatamos na raça colorada tão conhecida por todos nós. Vamos agora, em busca de mais um 3º lugar, que parece ter virado moda por aqui. Talvez o mais culpado pela perda nos pênaltis seje Osmar Loss.

Um jogo, diferentes momentos, e uma lição: O FUTEBOL BRASILEIRO NECESSITA DE PROFESSORES DE PENALIDADES! Certo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta nossa fanpage!