quinta-feira, 25 de agosto de 2011

A dificuldade nos faz grandes demais

Mais uma noite para ficar marcada na história. Mais um dia em que, a superação, a dificuldade e o verdadeiro amor entraram em campo. Um momento, que em palavras, não é possível definir. Como se o sentimento do torcedor colorado tivesse algum tipo de definição.

Ruas de fogo abriram passagem para os verdadeiros campeões. Gritos de apoio vindos de um Beira-Rio lotado. Concentração de quem colocaria os pés na bola para o início do espetáculo.

Espetáculo de Leandro Damião. Abençoado por vestir essa camisa tão inspiradora. Goleador nato. Para ele, o zagueiro adversário praticamente não existe. Dois lindos gols para coroar a boa fase. Kléber bate o pênalti da vitória. Sim, é BICAMPEÃO!

No momento em que se ouve "Inter, estaremos contigo...", não há quem não se arrepie. D'alessandro se entrega. Andrezinho se entrega. O time inteiro atrás de mais uma conquista. Quem é mesmo o Rei de Copas perto do Campeão de Tudo? Só mais um adversário a provar da grandeza do Internacional.

Ergue-se mais uma taça em nossos 102 anos de existência. É realmente impressionante tudo que este time é capaz de conquistar.

O melhor clube da década, vence e convence mais uma vez. Mostra sua força ao lado dos seres mais felizes desse universo: o torcedor colorado. Não há maior orgulho do que vestir esse manto sagrado e gritar para o mundo o nosso amor.

Não há dúvidas sobre esse sentimento. É muito prazeroso estar ao lado do Inter, é muito prazeroso viver o Internacional. O futebol sempre tem seus altos e baixos e o Inter nunca escapou disso. Mas, o diferencial é como tratamos esse amor. A maioria se restringe ao torcer. Nós somos Internacional dentro e fora de campo.

O verdadeiro colorado tem fé, e acredita no Deus do impossível, que sempre nos deu tudo. Engraçado, é que sempre estivemos ameaçados pelo placar do jogo anterior. Mas, a força da torcida, o peso da camisa e a energia positiva que emana do Beira-Rio revertia tudo a nosso favor.

Juntamos nossas mãos diversas vezes por apreensão. Outras, agradecíamos aos céus pelo presente. A dificuldade nos faz grandes demais. Não sei de Deus é colorado, mas cá entre nós, há razões para acreditar.

Curta nossa fanpage!