domingo, 5 de junho de 2011

Vitória para deixar de lado a tal 'má fase'

E o Inter conseguiu sua primeira vitória no brasileirão! Um placar gordo e não muito satisfatório, fez feliz a multidão colorada em Campo Grande. Oscar foi o nome do jogo, se movimentou muito e marcou dois lindos gols.

Com essa boa atuação de Oscar, espero que esteja encerrado o assunto sobre sua titularidade. Falcão não deve falar mais nada sobre Oscar. A dupla de meias do Inter é D'alessandro com o garoto mais que promissor.

Como o Inter já estava ganhando por 3 x 0, o time veio para o 2º tempo com a intenção de segurar o resultado, o que achei errado. O Colorado tinha tudo para fazer uma goleada histórica contra esse, que é o time a ser massacrado no campeonato. Mas Falcão deu sumisso em Oscar e em D'alessandro, e a dupla, não pôde mais atuar junta, pois cada um estava de um lado do campo, e não no meio como deveriam estar.

Sempre digo que para que as jogadas deêm resultado, a bola tem que passar pelos pés de D'alessandro, o que não aconteceu nesse 2º tempo. Realmente o Inter jogou o que tinha que jogar na 1ª etapa.

Falcão se precipitou ao colocar Juan, um zagueiro jovem e bom defensor, na lateral esquerda. Ele não atua naquela posição e o América-MG só jogou naquele lado do campo. O Inter infelizmente não têm peças de reposição para as laterais. Quando Kléber e Nei se machucam ou sentem dores e ficam fora dos jogos, Falcão tem que ficar improvisando com zagueiro e volante. Essa situação não pode mais acontecer.

Nossa zaga, como já disse antes, é a zaga do nada faço, nada ví. São dois observadores diretos do jogo. Nossa defesa é frágil, muito frágil.

Zé Roberto fez uma boa partida, procurou criar, e criou muitas jogadas. Cavenaghi fez mais um merecido gol. Pulei de felicidade com seu gol, pois ele vem sofrendo com a história da quantidade de argentinos nas partidas, pois 'El Torito' sempre vai sobrar. Ainda acho que nosso 4º argentino deveria ter continuidade no Inter. Ele fica tão feliz quando marca um gol pelo colorado, que sai tirando a camisa e comemora com vontade.

O lateral do América-MG, chamou D'alessandro de 'laranja podre do time', por causa daquela briga que teve dentro de campo, que ele mesmo gerou, por ter dado um murro em nosso camisa 10.

E ele é que é o laranja podre? Ah, pelo amor de Deus, o cara sabia como D'ale não tem paciência com nada e foi arrumar confusão e ainda insultou nosso craque. Ele disse que D'ale só sabe brigar. Ah, isso eu discordo. Ele só serve para ganhar Libertadores, Sul-americana, Gauchão em cima do rival, fazer golaço no seu time... É pra isso que ele serve!

E esse tal de Carleto ainda disse - "Ele tinha que ter brigado com os jogadores do Peñarol, que ganharam dentro da casa deles" - Ele que nunca nem jogou contra o Peñarol, muito menos uma Libertadores, não pode falar nada, exatamente nada de nós.

D'alessandro foi tão calmo, tão tranquilo, quando o repórter perguntou a ele sobre a tal confusão, que disse: "não foi nada, coisa de jogo". Para que todos vejam o que é o verdadeiro profissionalismo.

Foi um jogo mais ou menos, o Inter goleando quando mais precisava golear. Mas não fiquem muito felizes. O colorado jogou contra um time inferior demais para estar na série A. Agora, é começar o Campeonato Brasileiro de vez, e mostrar para todos que estamos sim, na briga por mais esse título.

Curta nossa fanpage!