domingo, 12 de junho de 2011

Empate nada, nada convincente

O Inter empatou. Mais uma vez. Empate chorado, pois o colorado não conseguiu criar com perfeição e foi inferior dentro de seus próprios domínios. Mais uma vez.

O início de jogo foi difícil, o Inter não conseguia manter a posse de bola. D'alessandro foi acionado muito pouco. E como sempre digo, quando a bola não passa pelos pés de D'ale, o colorado não joga exatamente nada.

Tivemos duas boas jogadas na 1ª etapa. Um chute maravilhoso de D'alessandro, que quase marcou um golaço e a cabeçada de Damião, que começou com passe de D'ale para Oscar, e cruzamento perfeito do garoto.

No 2º tempo, ocorreram os gols. Muito esquisitos até. O 1º, um golaço contra do jogador palmeirense. O 2º foi um gol feio demais, erro de nossa frágil defesa. O 3º, do palmeiras, foi erro da nossa zaga. Mais uma vez. O 4º, foi puro talento de Damião, que é centroavante, e é esse tipo de gol que centroavante faz.

Indo mais a fundo, percebemos que nosso treinador fala muito e não faz nada. Ele treina a equipe a semana inteira e o time não muda de postura. D'alessandro continua jogando muito longe de Oscar e vice-versa. Nossa defesa é (usando uma palavra mais grosseira) ridícula. Estamos perdendo muito com esse sistema defensivo. Falcão, em entrevista coletiva, disse que ele treina Oscar e D'alessandro marcando jogadores. Como se isso funcionasse! D'ale e Oscar são jogadores de movimentação e não de marcação.

E o que dizer de Renan? Ele tem seus altos e baixos. Por exemplo, as bolas que ele defendeu do Marcos Assunção, foram difíceis e eu duvido que Lauro conseguiria defender da forma que Renan defendeu. No 2º gol do Palmeiras, ele tomou um frango, mais o erro inicial não foi dele.

Temos Glaydson no banco, que não é um grande volante, mas poderia substituir Bolatti, nesse tempo que ele vai ficar fora. Tinga está péssimo, não acrescenta nada de bom para o time. Perde bolas bobas e fica andando em campo. Santo Bolatti, volte logo!

Oscar não foi brilhante, mas ninguém pode sacrificá-lo por isso. Ele tem suas qualidades individuais, mas precisa de ajuda. Sozinho ninguém chega lá.

O jogo foi chato de ver, pela quantidade de passes errados e a falta de finalização. Repito, o Inter tem time para jogar dentro de seus domínios, com uma torcida em apoio incondicional. Tem time, mas precisa de reforços, principalmente na defesa.

Hoje a torcida apoiou, cantou o jogo inteiro, mesmo quando o Inter esteve mal. No final do jogo, os jogadores ouviram vaias, pois ninguém gostou do que viu. A pergunta que fica no ar é: Até quando nós vaiaremos o time que tanto amamos?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta nossa fanpage!