quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Um detalhe chamado vontade

Foto: Félix Zucco/Agência RBS
Pressão, essa era a palavra antes do jogo. O Inter sob pressão é sempre um time diferente. Não é uma questão técnica, nem tática e sim psicológica. Isso está presente na camisa e na mentalidade do clube. Sete jogos sem vencer, tinha que ser o jogo do basta. E o adversário, nada mais, nada menos que o Corinthians. Sob pressão por vitória, o Inter se vestiu de vontade e com gol do mestre D'alessandro, voltou a vencer no brasileirão.

A novidade foi a entrada de Otávio no time, que deu mais agressividade ao ataque. O guri atuou junto de Scocco e Damião, dois incansáveis dentro de campo. O primeiro correu e se movimentou até ser substituído no segundo tempo e o segundo esteve envolvido no lance mais polêmico da partida. Observando bem o lance, percebe-se que Damião se choca com Cássio - o camisa 9 vai na bola, mas erra o alvo. Detalhe que o lance continua até o gol de Fabrício. Depois o juiz resolve voltar atrás. Pensem o que quiser, jogamos contra o Corinthians (Time do Corinthians + Arbitragem). Não há nada nesse mundo que me faça acreditar que essa fórmula acima não exista.

Bom, o Inter teve um pouco de dificuldade para acordar e começar a jogar, mas não demorou muito pro time paulista sofrer com as investidas coloradas. O time marcava o Corinthians em seu campo de defesa, pressionando - troca de passes rápidas do meio campo e ataque, D'alessandro comandando com maestria e Otávio carregado de vontade. Era o espírito.

Foi difícil retomar a qualidade do jogo após a polêmica, pois a arbitragem vai ser sempre aquela nuvem negra em cima do Inter. E nem venham falar que colorados são chorões, porque se fosse com o seu time você estaria reclamando também.

A torcida fazia uma bonita festa de apoio e indignação, o que aparentemente contagiou o time - sedento por vitória. As investidas seguiram e de falta, D'alessandro marcou um golaço, logo no início da segunda etapa. Na metade da segundo tempo, Dunga resolveu trancar o time todo - Scocco estava bem e saiu de campo para entrada de Josimar. Acabamos chamando os paulistas para nosso campo, mas felizmente o Inter seguiu com o mesmo espírito guerreiro.

Ygor e Willians impedindo a passagem dos jogadores corintianos, Índio mostrando sua vitalidade e raça que parecem infinitas. Até D'alessandro deu alguns carrinhos. Alisson pedindo voto de confiança. 1x0 e foi tudo.

Foi uma vitória contra um adversário difícil (time do Corinthians + Arbitragem) e a fase do Inter não era das melhores. Porém vale salientar que alguns dos empates colorados foram injustos perante a apresentação do time em campo. Temos time, temos grupo (falta um zagueiro, um lateral...), mas falta treinador. Disse há uns 2 posts atrás que estava na hora do Dunga entrar em cena e promover mudanças.

A mentalidade do time deve ser a mesma pra qualquer adversário. Vemos um Inter contra o Salgueiro e outro contra o Corinthians. O time deve ser o mesmo, com o mesmo espírito, vontade e sede por vitória. Só assim engrenaremos.

PS: Desculpa CBF, não era nosso intenção tirar o brilho do apito, mais uma vez.
PS2: Luiggi, eu nunca vou me esquecer de você, te odeio tanto quanto odeio o Corinthians, ou mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta nossa fanpage!