domingo, 1 de setembro de 2013

Chega de Dunga, mas chega de Luiggi também

Alexandre Lops/Divulgação Inter
Abro o editor do blog e penso um pouco no que vou escrever. Chega a desanimar ter que repetir tudo que falo desde 2010. O Inter segue a rotina de empates frustrantes e o pior de tudo é saber que nada do que assisto não era de se esperar. Hoje o colorado não levou gols e incrivelmente foi exaltado por isso, mas também não marcou. Será realmente que o problema é só a defesa? 

Não vou detalhar o jogo, se quiserem algo detalhado vão pro GE ou ZH, lá tem. 

O Inter não jogou futebol, aliás não joga futebol há muito tempo. Desde a era mazembica do Luiggi com sua renovação de contrato com Roth que o time já não joga futebol fantástico. "Mas somos campeões de tudo, campeões disso, daquilo..." CHEGA! É tudo que posso dizer pra esse tipo de torcedor que de tão fanático acaba ficando cego. COLOQUEM NA CABEÇA DE VOCÊS QUE HISTÓRIA NÃO GANHA JOGO E SER CAMPEÃO DO MUNDO NÃO NOS TIRA DESSA SINA RIDÍCULA DE EMPATES. Vou dizer pra vocês o que importa agora.

Trocar técnico não é a solução completa. Dunga vai, outro vem e Luiggi permanece ali com sua mentalidade de que "empate é bom resultado". Lembrem-se: Falcão veio, falou a verdade e foi jogado pra escanteio. Fernandão veio, falou da ZONA DE CONFORTO e foi jogado pra escanteio também. Dunga vem e tem um bom time nas mãos, mas é um péssimo treinador, repito, PÉSSIMO.

Péssimo por motivos óbvios. Custou pra mudar a defesa, tinha peça melhor que Ronaldo Alves que além de jogar mal ainda dá entrevista falando besteira. O Inter é um time totalmente perdido, não joga junto, cada um joga a seu ritmo. Um time bem treinado pode ter peças de média a baixa qualidade que joga e vence Barcelona em Mundial. Nosso time é muito mal treinado, zagueiro dá balão, meio campo é só D'alessandro e ataque uma bagunça. Defendo que Forlán e Damião nunca deram certo como dupla de ataque e não vão dar. E se observarmos bem, Damião tem que receber a bola e fazer gol - essa é a função dele - não é ficar voltando pra ajudar na marcação. Se está voltando demais é porque a marcação tá precisando e isso é problema.

Dunga é cabeça dura, lembrem-se bem da Copa de 2010.

Defendo a ideia de tirar o Dunga do comando do time, mas se for levar Luiggi junto. CHEGA. Cansamos e faz tempo já, não é de hoje. Como um presidente, sabendo que o mercado está em baixa em relação a defesa, me vende o melhor zagueiro da equipe e não coloca alguém no lugar? Me diz o que o Inter como time está ganhando pra ser sede da Copa do Mundo, ficando sem estádio por meses, viajando e se desgastando?

É importante salientar que o problema vem de cima (falei isso neste texto de setembro do ano passado, clique aqui).  Nada vai mudar enquanto a mentalidade do clube não mudar, enquanto a zona de conforto - que dizia Fernandão - não mudar, enquanto o Fernando Carvalho não aparecer, dar as caras e falar por que apoiou Luiggi para presidência, levando o clube pro buraco.

Quem me conhece sabe o tipo de torcedora que sou. É muito fanatismo pela minha parte, mas não deixo que ele me cegue. Eu amo este escudo, amo esse clube, essa torcida, essa história e por amar tudo isso é que critico e imploro por mudança. Inter tem time pra brigar por essa droga de campeonato que não vencemos há mais de 30 anos, mas precisa ser bem treinado pra isso. 

Eu vou continuar aqui, assistindo TODOS os jogos do Inter, mesmo jogando mal, mesmo levando goleada, mesmo empatando desde o dia que eu nasci, mesmo na fase ruim. Mas permaneço aqui pedindo mudanças. E defendo, torcedor pode ser fanático, mas não pode ser burro. O que a direção do Inter quer é que vocês falem do Dunga e se esqueçam que o problema é o Luiggi.

3 comentários:

  1. È isso ai, bola para frente e torcer sempre

    ResponderExcluir
  2. meus parabéns! concordo com tudo que escrevestes aqui, a mais pura verdade. chega de mediocridade né?

    ResponderExcluir

Curta nossa fanpage!