quinta-feira, 22 de março de 2012

O que trazemos da Bolívia

Por: André Flores


O colorado foi a Bolívia enfrentar a altitude de La Paz, sim por o time adversário não era o maior problema, o problema mesmo era a altitude. Voltamos com um bom resultado e muitas outras coisas na bagagem.

Aconteceram tantas coisas desde a goleada no juventude que o caso de indisciplina do Jô parece uma coisa distante, mas foi alí na segunda-feira. Espero que a punição seja bem pesada, e multa no salário, nada de caixinha, é caso para desconto no salário, isso no Direito do Trabalho se chama desídia e no popular se chama "vagabundagem" ou "corpo mole" e o INTER tem que cobrar.

Quanto ao jogo eu não vejo que o INTER tenha jogado tão mal, é preciso considerar que o gramado era terrível (digno do sapucaiense ou do inter-SM), e isso atrapalha nossa produção ofensiva. Não bastasse isso tem a questão da altitude, que certamente atrapalha muito não só na questão física como no tempo da bola e etc.

Por isso entendo que atuação não foi tão ruim, criamos algumas chances de gols (pelo menos 4 oportunidades claras) e acabamos marcando na última delas numa jogada trabalhada aos 43 minutos do 2º tempo, o que demonstra que não desistimos da vitória e lutamos até ao fim, e esse deve ser o espírito de uma equipe que quer ganhar qualquer competição, quanto mais uma Libertadores.

Muriel me surpreendeu (falo isso por muitas vezes critica-lo) e fechou o gol, sendo responsável direto pelo resultado. O Ataque criou, Dagoberto ainda não encaixou seu melhor futebol, e o time esteve em bom nível de uma maneira geral.

Mas o que tem me preocupado é a lentidão de nossos defensores, exceção ao Nei, nosso time tem muita dificuldade na recuperação. Já havia acontecido contra o santos, quando o adversário parte em velocidade nossos defensores não chegam, Indio e Moledo tempo pouca mobilidade, Kléber demora muito para parar de mascar chiclé e partir atrás do atacante.

É preciso que joguem mais aproximados dos atacantes ou tenham sempre alguém na cobertura, ou teremos grande dificuldade na decisão do dia 04 de abril. Outra coisa que me preocupou muito foi a displicência do início do segundo tempo (igual a do jogo contra o peñarol ano passado) pois os bolivianos não exerceram uma pressão grande, numa jogada norma dois defensores furaram e o gol se apresentou para o adversário, isso não pode acontecer, temos que ter concetnração toda a partida.

Mas o quadro mais preocupante que trouxemos na bagagem desa viagem é o "Caso Oscar" pois muitas coisa estão envolvidas e ao que tudo indica é mais grave do que se imaginava. Lembro que o INTER já pagou 4,5 milhões por metade do seu passe, caso pague a multa junto ao spfc (que dizem ser algo em torno de 9 milhões) terá adquirido 150% do passe do Oscar por 13,5 milhões.

Há também a questão psicológica, pois tem se noticiado que ele estava muito abatido na viagem e isso não é fácil de recuperar, sendo que esta notícia não poderia vir em pior momento, justo quando o jogador "encaixou" no time e hoje era uma das principais, senão a principal, referência técnica.

Mas há algo muito mais preocupante, pois foi só o ladrão de medalhas e ex-presidente da FPF assumir a CBF que o oscar saiu em tempo recrode do BID do INTER e passou para o spfc, mesmo sem sentença transitado em julgado. Tenho medo até de outras maracutaias contra nós, pois esses paulistas são mafiosos, principalmente em certames nacionais, ou alguém já esqueceu o Brasileirão 2005 e a Copa do Brasil 2009?

Enfim, agora é esperar, mas sem perder a mobilização para o jogo do dia 04/04 contra o santos, esse sim o jogo mais importante da fase de grupos.

Será uma decisão na data do nosso aniversário, como no greNAL de 2009, teremos casa cheia, televisão transmitindo, ingressos esgotados e BEIRA-RIO rugindo, e assim, com o apoio da torcida, motivados pelas goleadas, penso que o INTER pode muito mais e tem que vencer, jogar para vencer desde o primeiro minuto.

EU NÃO VEJO A HORA DE EMPURRAR O COLORADO PARA CIMA DO TIME DO NEYMAR E VOCÊS?

PS.: Para quem acha que o Gilberto furou em bola no lance do gol, eu digo na realidade ele deu o drible do Valdívia e depois chutou, enganando a defesa.

Fonte: Blog Vermelho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta nossa fanpage!