sábado, 18 de março de 2017

Lição de casa

Vitória com casa cheia. | Foto: Ricardo Duarte
O Inter não faz uma boa campanha no estadual. Joga o mínimo do mínimo, sem muito destaque. Mas o jogo de hoje foi um pouco destoante porque era tudo ou nada. Ou vencia ou a classificação ficava mais distante. Mas o colorado conseguiu fazer sua lição de casa em um Beira-Rio com grande presença feminina. 


O volante Anselmo fazendo lançamentos me chamou atenção negativamente no início do partida. Com D'Alessandro bem marcado, o Inter chegava, mas sem efetividade. O São Paulo se defendia como podia, mas era competente e forçava o Inter a trabalhar nos lançamentos. Nico se movimentou e correu muito, protagonizando belas jogadas.

Em uma partida de muita marcação em que o seu principal criador fica um pouco impedido de jogar, a qualidade individual deve aparecer. Após lançamento de Carlos, Brenner foi ágil e trabalhou com frieza na jogada que gerou o gol de Nico. A calma e precisão do centroavante nos rendeu a vitória no finalzinho do primeiro tempo.

A segunda etapa contou com mais participação de Uendel pela lateral. O São Paulo abdicou um pouco de sua postura defensiva e passou a atacar mais. Falhas generalizadas do Inter renderam boas oportunidades para o time do interior que levou perigo para o gol de Danilo Fernandes. O goleiro colorado realizou boas defesas, principalmente no final do jogo.

O que me incomoda é a insistência com Ernando e Anselmo. O zagueiro só não causou problemas porque o São Paulo pouco atacou e o volante, mesmo sendo participativo na criação, defensivamente é muito fraco. 

Eduardo falhou uma vez e nunca mais foi utilizado. Quanto mais Ernando (e Paulão também) terá que errar para finalmente convencer Zago de que não pode fardar no Inter?

Acredito que uma maior aproximação entre o meio e o ataque nos renderia uma vitória mais encorpada. Os setores ficaram distantes na partida.

Comente sua opinião! 
Até o próximo jogo!

Curta nossa fanpage!