domingo, 2 de novembro de 2014

Príncipe da Vila

Príncipe Charles, o salvador. | Foto: Alexandre Lops
O mérito não foi de Abel - se dependesse de suas substituições, o Inter teria perdido na Vila como de costume. Mas o colorado foi salvo pela individualidade - Aránguiz reencontrou seu futebol de alto nível em Santos e quebrou o tabu que existia entre o Inter e seu adversário. Pela primeira vez o colorado vence na Vila Belmiro e pela primeira vez não perde por causa das substituições de Abel.

O colorado marcou, resistiu às investidas santistas, mas deixava espaços para o adversário. Mesmo assim, abriu o placar na Vila e deixou o primeiro tempo com um tento a favor. Na saída de campo para o vestiário, D'alessandro disse que o Inter precisava "manter o resultado". E foi ai que quase perdemos. 

Abel leva mesmo a sério a questão de administrar um simples 1x0. O treinador foi sugando pouco a pouco o meio-campo colorado, até avistar apenas volantes e atacantes. É óbvio que levaríamos um gol, mas a estrela de Aránguiz no jogo deste domingo impediu que a derrota fosse consequência da ignorância de Abel.

A substituição de Nilmar pode ser explicada de forma simples - o camisa 7 estava pendurado e corria risco de ficar de fora do clássico mais imponente do país, portanto, era mesmo importante preservá-lo do possível desastre. Já a substituição de D'alessandro não me convence - o repórter afirmou que o camisa 10 sentia cansaço, mas eu já vi Aránguiz jogar sentindo dores, portanto, nada convincente.

O juiz tirou Jorge Henrique do grenal e isso é motivo de comemoração. Porém, Fabrício vai fazer falta, simplesmente por não termos ninguém de confiança para substituí-lo. Triste. 

O grenal é nosso próximo desafio - defenderemos a supremacia no Rio Grande do Sul e a nossa colocação no campeonato. Logo, só a vitória interessa. 

Aránguiz salvou o domingo, nos colocou de volta ao G-4 e ainda vai jogar o grenal antes de ir para os amistosos da Seleção Chilena - o mais-que-volante é realmente um guerreiro. Já Abel Braga deve estar se lamentando pelo Inter não ter empatado (ou perdido).

Obs. 1: 
Obs. 2: Essa semana farei um post especial sobre as eleições presidenciais do Inter. Fiquem ligados!

9 comentários:

  1. Tudo bem. Faltou dizer da entrada do WP. Ficamos com 8 em campo. 9 já estávamos pois JH e chupa cabras não existem. Discordo da lamentada falta da presença do chupa cabras - o alan ruschel é 100% melhor, pois essa naba nao joga um ovo. Ganhamos - e muito - com essas duas ausências, pois êles não somam - só atrapalham. Por ultimo, ganhamos embora o abel. Tem que internar esse gambá.

    ResponderExcluir
  2. Olá, Elias. Realmente não falei do WP. Mas se observar, sempre falo dele nos posts e hoje resolvi deixar o brilhantismo de Aránguiz falar mais alto ao invés de repetir a mesma coisa a respeito do atacante.

    ResponderExcluir
  3. Linda e inteligente, ficou muito boa a crônica. Tu é 10, Jéssica.

    ResponderExcluir
  4. Só não concordo com uma coisa, o Fabrício não fará falta, ta falhando demais, reclamando muito e comprometendo a defesa!!

    ResponderExcluir
  5. Só não concordo com uma coisa no texto, que o Fabrício fara falta, muito pelo contrário não fará falta, tá falhando demais, reclamando muito e comprometendo a defesa!!

    ResponderExcluir
  6. Márcio, de fato ele fará, não por ser bom jogador, mas por ser o "menos pior".

    ResponderExcluir
  7. Você não vai falar sobre as eleições?

    ResponderExcluir
  8. Vou sim, Edu. "Obs. 2: Essa semana farei um post especial sobre as eleições presidenciais do Inter. Fiquem ligados!"

    ResponderExcluir

Curta nossa fanpage!