segunda-feira, 4 de junho de 2012

O dilema de Bolatti

Já faz muito tempo que quero debater esse assunto, mas as pessoas só dão atenção mesmo quando cai na mídia. E o Bolatti galera?

Bom, quando ele começou a jogar pelo Inter, mostrou um poder ofensivo que surpreendeu, afinal tínhamos volantes, como Guiñazú, mais restritos à defesa. Não só marcou gols, como seus passes para finalizações tornaram-se frequentes. Por determinado espaço de tempo Bolatti fez dupla com Guiñazú. O Inter cresceu em produção ofensiva e ganhou qualidade na proteção à zaga.

Erros frequentes de passes determinou o afastamento de Bolatti do time titular. Vejo desse modo pois de alguns tempos para cá, o argentino estava sempre desligado do jogo,  parecendo não entender o motivo de estar ali. Particularmente, sempre gostei de Bolatti. Tem uma boa estatura, tanto para cabeceio na área adversária, quanto para ajudar na defesa. Suas atuações iniciais davam indícios de um jogador que deixaria sua marca na história do Inter.

Sempre achei um grande absurdo Bolatti perder vaga para Elton ou Josimar. Bolatti com um pé nas costas joga muito mais que esses aí juntos, que só torram nossa paciência dentro de campo. Dorival não está errado quando diz que houve um decréscimo de produção do jogador. Sim, houve. Mas perder espaço para Elton deve estar sendo extremamente difícil para ele. O futebol de Elton é pequeno demais e o de Bolatti é de alto nível. Dorival está errado ao pensar o contrário.

Tudo seria questão de mais oportunidades para Bolatti recuperar o bom futebol que apresentou quando chegou. Não duvido de sua capacidade como jogador e sinto sua falta no time colorado. Ele mesmo também se queixou do número máximo de estrangeiros por partida, e isso realmente acaba com os planos colorados.

Caso a ser muito bem pensado, pois Bolatti está longe de ser um jogador que deve ser descartado. Elton sim, ele não.

Curta nossa fanpage!