quarta-feira, 27 de novembro de 2013

O enorme desafio colorado para 2014

O desafio do Internacional para não repetir – ou piorar – o vexame de 2013 no ano que vem deverá ser maior do que se imaginava.

Se tudo der certo, o que a essa altura do campeonato significa o clube continuar na primeira divisão, será preciso reconstruir o time a fim de impedir que a profunda crise atual contamine 2014.

Se a direção acreditar que a reabertura do Beira-Rio e a chegada de um novo técnico serão suficientes para transformar o Frankenstein colorado em um príncipe de conto de fadas, provavelmente a equipe continuará aterrorizando a torcida.

Além de reforços significativos – não apenas pontuais – o ideal é que as mudanças no clube sejam mais profundas. Substituir a atual estrutura do departamento de futebol, como muitos já defendem, e optar por um executivo experiente e remunerado parece ser uma boa medida.

E alguém precisa botar ordem, de uma vez por todas, nesse vestiário colorado que vem mastigando treinador após treinador há tempo demais. Um clube do tamanho do Inter não pode ficar refém de jogador algum.

Ninguém aguentará um outro 2013.

Por: Marcelo Gonzatto (Colorado ZH)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta nossa fanpage!